Universidade La Salle é membro do Pride Connection

Em 2014, no México, diversas organizações decidiram criar uma rede de colaboração para apoiar a população LGBT+ no mercado de trabalho. Em 2016, o grupo foi trazido para São Paulo e dois anos depois chegou ao Rio Grande do Sul, conectando empresas da região sul do país, entre elas a Universidade La Salle, que se tornou membro em fevereiro de 2019. “Nunca se falou tanto em diversidade no ambiente empresarial como agora. Grandes empresas, muitas de origem multinacional, foram pioneiras em trazer esta pauta para o ambiente de trabalho. Mas logo a discussão teve aceitação em outras organizações e ambientes, pois não se trata de uma reivindicação isolada, mas sim de direitos humanos e justiça social”, avalia o Diretor de Extensão e Pós-graduação Lato Sensu e representante da Universidade no Pride Connection, Prof. Me. Márcio Michel. Também integram a equipe que participará das reuniões representando a La Salle as colaboradoras Daiane Santellano (Gestão de Pessoas / RH) e Vanessa Amaral Prestes (Pós-graduação EAD).

A primeira reunião como entidade membro do Pride Connection aconteceu dia 26/03, na ADPBrasil. “Essas reuniões acontecem mensalmente, sempre na sede de uma das empresas participantes. A empresa recebe os membros e apresenta suas atividades e ações, compartilhando experiências”, explica Vanessa. Ela explica que para integrar o Pride Connection é preciso firmar um termo de compromisso e traçar um plano de ação que será executado dentro da Instituição. “A gente propôs quatro ações, entre elas está a reativação de um comitê interno voltado para diversidade, que será formado por colaboradores. Outra ação será fazer um diagnóstico interno de quem são os colaboradores que podem se integrar e criar uma rede”, detalha Vanessa. Também será editada uma cartilha sobre diversidade que será distribuída para colaboradores e novos funcionários. “A Universidade La Salle é uma instituição contemporânea, mas que ainda segue os ensinamentos do seu fundador São João Batista de La Salle, que sempre acreditou que devemos ensinar o bem viver. E bem viver só existe quando todos são incluídos e se sentem seguros. Somos uma instituição comunitária e não existe comunidade sem diversidade”, avalia Michel. Ele adiciona ainda que, além das políticas internas, existe a expectativa de criação de um grupo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-graduação em Memória Social e Bens Culturais. "Vejo como muito importante a inserção da Unilasalle no Pride, visto que já atuamos fortemente com inclusão há alguns anos. Ainda enfrentamos resistências por parte de pessoas que ainda não possuem entendimento frente a estas questões e a aliança com a Pride certamente será de grande valia nesta caminhada tão bonita que a Unilasalle vem fazendo rumo à inclusão", finaliza Daiane. 


Entre em Contato

Faça sua inscrição
logo-lasalle-shield