13/09/2018 - 17:27
Cozinha aberta à la chef Vicente Maia

Na paellera tem o batuto (bacon, cebela, alho, alecrim e tomilho), a linguiça, o lombo, o frango, o vinho, o arroz, a ervilha, a banana da terra, o palmito, a azeitona, o queijo coalho, o ovo de codorna, a couve frita. Enquanto o chef Vicente Maia, auxiliado por Thayná Pereira, recém-formada pelo projeto Energia do Sabor, prepara sua paella caipira, 32 amantes da cozinha acompanham atentos, fazem perguntas (Pelo que podemos substituir o queijo coalho na falta dele?) e até são chamados para provar e avaliar a quantidade de sal na comida. A mesa do Auditório La Salle tomada por ingredientes e um pequeno fogão a gás ajuda a compor o cenário de uma experiência gastronômica diferente, realizada para divulgar os cursos da Escola de Gastronomia. A projeção na parede completa o sentido. Ali é anunciado o nome do evento: Cozinha Aberta.

 

O workshop contou com dicas de Maia a respeito do prato do dia, mas também de algumas técnicas, como selar a carne. Já no momento de apresentação dos cursos, o chef citou um diferencial do Unilasalle-RJ: “Quando eu vim para cá, em 2009, para colocar os nossos cursos no ar eu queria mudar um pouco a metodologia de ensino. Eu sempre brinco com os meus alunos que sou o primeiro professor do início da gastronomia no Unilasalle-RJ a não trabalhar com ficha técnica. Depois ela é importante, mas primeiro é preciso entender o processo. O cozinheiro que entende o processo pode até ir para a Austrália que consegue preparar o canguru sem nunca ter trabalhado com essa carne”.

 

Para a doméstica Cássia Cristina de Almeida, de 47 anos, os processos da cozinha diária já estão internalizados, mas é sempre tempo para novas descobertas. Aluna da Oficina de Confeitaria para Mulheres, Cássia saiu da Cozinha Aberta sonhando em fazer o Curso Chef Confeiteiro, uma das oportunidades anunciadas durante o evento. “Eu já fiz Panificação e Confeitaria no Senai, mas fiquei querendo muito fazer também o daqui”, revela, opinando ainda sobre a aula. “Para mim foi ótima, eu adorei aprender paella. Quem já tem alguma base pega tudo rapidinho e ele deu muitas dicas. Queria mais aulas assim”, conclui.

Após o workshop, o chef Vinícius Elias comandou tour pelas cozinhas do Unilasalle-RJ.

Por Luiza Gould (texto e fotos)

Ascom Unilasalle-RJ

 

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar