06/06/2018 - 15:53
Espaço foi idealizado por alunas da Universidade La Salle e construído em parceria com a comunidade

Potinhos de shampoo, teclados de computador antigos, pneus velhos, tampinhas e garrafas pet. Todos esses objetos, sem utilidade aparente, deram vida a uma pracinha com diferentes áreas temáticas na Escola Municipal de Educação Infantil Vó Sara, no Mathias Velho, em Canoas. O projeto surgiu na disciplina de Estágio Supervisionado III, do curso de Pedagogia da Universidade La Salle, onde os alunos são desafiados a pensarem projetos pedagógicos fora da sala de aula. As acadêmicas Janine de Oliveira e Fernanda de Castro tiveram a ideia de espaço para os bebês, que não podem frequentar a pracinha junto com os alunos maiores. “Eu trabalho na escola há três anos e eu queria fazer algo que ficasse marcado e contribuísse para escola. Fazer uma praça não é comum, trabalhar com ambientes temáticos fora da sala. É muita satisfação de tu ver nos olhos deles a ansiedade de vir brincar”, explica Janine.

Mas a praça só saiu do papel porque a comunidade ajudou. “Durante o mês trouxemos garrafas, pinceis, restos de materiais de construções, etc.  Cada um trouxe um pouco. Depois pintamos e ajudamos a montar. Foi muito legal, a união fez a força!”, comemora Shaiane da Silva, de 28 anos, mãe do Jean, de 1 anos e 5 meses, aluno da escola.  Além da satisfação em ajudar na construção do espaço, as mães e pais estão muito felizes com o resultado final. “Tem uma sensação de gratidão, porque eles passam a maior parte do tempo na escola. As vezes ficam aqui o dia inteiro e agora eles têm um lugar para diversão, não só em sala de aula”, contextualiza a Roxane de Oliveira, de 27 anos, mãe do Carlos Kauã.  

A escola atende 160 alunos que tem entre 4 meses e 6 anos, a maioria moradores do bairro Mathias Velho. “A gente conseguiu em parceria com a Prefeitura fazer limpeza a e colocação das britas. Com o espaço limpo e solo preparado as alunas iniciaram o projeto. Foi um momento mágico”, explicou Marli Bloedow, diretora da escola. “É muito gratificante ver o resultado pronto e saber que conseguimos fazer o nosso projeto, que era a praça com diferentes áreas temáticas e ficou ótimo”, finaliza Fernanda.

Confira mais fotos da inauguração, que aconteceu no dia 05/06, AQUI. 

Alunas vivenciam a prática da profissão

Além de um novo espaço para comunidade, o projeto também oportunizou às alunas colocarem em prática um pouco do que aprenderam até o momento no curso de Pedagogia. “Este é um exemplo da prática educativa que desdobra o ensino em extensão comunitária e em investigação, na medida em que todas estas experiências se transformam também em dados empíricos para nossas investigações sobre currículos e formação de professores”, explica a Prof. Dr. Hildegard Susana Jung, responsável por orientar as alunas. Existem ainda outras duas disciplinas de estágio, desenvolvidas em escolas de Ensino Fundamental e Educação Infantil, ambos em sala de aula. "A disciplina de Estágio Supervisionado III do Curso de Pedagogia é aquela em que o Pedagogo aplica sua expertise em situações não-formais de docência. Para tanto, as acadêmicas desenvolvem suas atividades em escolas, empresas, ONGs, bem como outros projetos que requerem sua atuação", detalha Hilde. 

 



Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar