14/11/2018 - 10:16
Futuros arquitetos e engenheiros realizam viagem de estudos para Santa Catarina

Que a sala de aula mudou não há mais dúvidas. Mas o que dizer se ela for o Balneário Camboriú, a fábrica da Portobello ou até a Casa Cor, evento com 25 ambientes, reunindo 40 profissionais para apresentar aos visitantes o melhor do design, da arquitetura e do paisagismo de Florianópolis? Levar o aluno até o concreto, do qual ouve falar na graduação, é a proposta do projeto Arquitetura Itinerante, idealizado pela coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo, professora Paula Brasil. Após ida a Petrópolis no primeiro semestre, neste mês de novembro ela reuniu estudantes do seu curso e de Engenharia Civil e os colocou nos ares, rumo a Santa Catarina para quatro dias (de 8 a 11, quinta-feira a domingo) de aprendizado, mas também descontração. 

Confira abaixo o diário de bordo da docente e depoimentos de alguns dos 26 discentes que embarcaram nesta ideia.

 

Dia 1 - Fomos recebidos pelos professores de Arquitetura e equipe de marketing da Univali - Balneário. Agradeço ao Prof. Luciano Pereira Alves e a Danielle Souza pela receptividade. Finalizamos o dia na Passarela Estaiada e na orla do Balneário, discutindo sobre a cidade x verticalização x conforto ambiental x mercado imobiliário. 

Dia 2 - Imersão dos alunos no Programa Portobello Experience (fábrica em Tijucas): palestras sobre a norma de desempenho, tendências, mercado, e conheceram o processo de produção dos materiais. Agradeço a parceria da Debora Lahtermaher, da Franquia Portobello shop Niterói, por viabilizar esta experiência para os alunos e a profa. Mariana Vaz de Souza, da disciplina de “Materiais de Construção”, por todo apoio. 

 

Dia 3 – O dia começou com a apresentação à Cidade Sustentável após leitura de parte do livro “Cidade para pessoas”, de Jan Gehl. Conhecemos o processo de formação da cidade, discutimos sobre o mercado imobiliário e diretrizes de sustentabilidade do projeto. Visitamos edifícios que receberam certificação ambiental LEED, além de muita diversão e experiências na cidade. Agradeço ao Roque, que nos guiou na cidade, e o prof. Diego Caetano, da disciplina de “Conforto ambiental”, pelo apoio na aula externa. Já nos turnos da tarde e da noite, a pedida foi participar da Casa Cor. No evento, os estudantes aprenderam sobre projetos de interiores, principais designers de mobiliários e revestimentos 

Dia 4 – A despedida contou com caminhada pelo centro histórico de Florianópolis. Já em Jurerê Internacional, os estudantes conheceram a Casa Azul, projeto do arquiteto Ruy Ohtake.

Bianca Agra, 2º período de Arquitetura e Urbanismo

“Ter a oportunidade de conhecer cidades de perto nos faz absorver de forma construtiva o nosso conhecimento, o que é muito importante. Vivenciar por um instante a não-arquitetura (caso da orla de Balneário Camboriú) e a nova arquitetura/novo urbanismo (bairro planejado de Pedra Branca), abriu ainda mais minha consciência sobre o papel do arquiteto na sociedade. Precisamos sempre estar atentos à forma como temos que maximizar o bem-estar daqueles que farão usufruto do espaço urbano. A viagem foi muito eficiente quanto a relacionar os conteúdos práticos e teóricos. Estou muito grata pela oportunidade, experiência incrível”.

 

Ângelo Araújo, 2º período de Arquitetura e Urbanismo

"Florianópolis e Arquitetura foi a combinação perfeita para um final de semana de estudos com um grupo tão unido como o do Unilasalle-RJ. Incrível ter professores que nos fazem sair da 'caixinha' e nos dão um outro olhar sobre a sociedade em geral. Volto para casa mais feliz, mais consciente com o mundo, mais sábio e mais confiante na equipe do centro universitário. Realmente estou muito feliz com o que o Unilasalle vem proporcionando e com o que a coordenação do curso que vem fazendo. As viagens, as aulas, os professores. Tudo tem me passado bastante confiança. Obrigado por essas experiências".

 

 

Júlia Laurentino, 2º período de Arquitetura e Urbanismo

“O curso de Arquitetura vai muito além da sala de aula, na La Salle tenho a oportunidade de aprender sempre o melhor para os nossos futuros clientes e assim valorizar nosso trabalho. Na fábrica Portobello, por exemplo, pudemos ver todo um processo de fabricação de qualidade, livre do trabalho escravo, com dedicação e respeito ao meio ambiente. Foi incrível”

 

Alice Coelho, 2º período de Arquitetura e Urbanismo

“Poder participar dessa viagem foi como reacender uma chama dentro de mim, me reafirmar e também compartilhar momentos únicos com amigos muito especiais. Cada dia foi maravilhoso! Conseguimos vivenciar as etapas de uma produção, perceber quantas vidas estão envolvidas, conhecer os diversos mundos e realidades que existem dentro de uma fábrica, seja o do designer por trás do pensamento criativo, seja o dos operários que trabalham nas máquinas. Assim, vimos todo o backstage de uma fábrica e uma grande marca. O nosso olhar pelo mesmo produto muda, uma vez que é possível perceber o valor atribuído a ele, e imaginar todas as famílias envolvidas nesse processo. Foi muito boa a viagem, com tantos envolvidas, conhecer outras tantas pessoas novas, me divertir muito com todos e, com certeza, voltar para casa com um outro olhar, tanto para os lugares e suas arquiteturas quanto para a vida”.

 

 

 

Julia Bastos, 8º período de Engenharia Civil

“A graduação vai além da sala de aula, o aprendizado se dá através de atividades externas e das relações interpessoais. O Unilasalle proporciona o melhor dos estudos tanto dentro quanto fora do centro universitário. A viagem a Florianópolis foi incrível e atendeu muito bem a demanda de agregar conhecimento. Conhecemos a fábrica da Portobello, Balneário Camboriú e a Cidade de Pedra Branca, e nos foram proporcionadas grandes discussão e trocas, além de uma maior interação entre os cursos de Arquitetura e Engenharia Civil”.

 

 

Steffany Cristina Santos de Oliveira, 8º período de Engenharia Civil

“A viagem de estudos para Florianópolis foi um marco na minha vida. Nascida e criada no Rio de Janeiro, nunca tinha saído da capital para um lugar tão diferente. Tenho a sensação de que 'saí da caixinha'. Conheci um novo terreno do nosso lindo Brasil, que foi o Sul, um lugar tão lindo quanto o Rio, uma arquitetura um quanto inovadora, com os dois contrapontos: Balneário e a Pedra Branca. Duas visões de mundo, que nos fazem refletir sobre o nosso modo de vida.  Volto da viagem uma nova Steffany. Agradeço ao centro universitário, coordenadores e professores pela experiência, e todo aprendizado nesses dias”.

 

Por Luiza Gould

Crédito das fotos na fábrica Portobello: Guto Campos

Ascom Unilasalle-RJ

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar