18/10/2018 - 10:05
Encontro de Lideranças Lassalistas Universitárias reúne estudantes em acampamento

A Ação Comunitária é o guia na caminhada. Antes dos primeiros passos, no entanto, um necessário pouso de parada: dois dias no sítio da Rede La Salle em Itaipu, no acampamento inaugural do Encontro de Lideranças Lassalistas Universitárias, o ELLU. Em 29 e 30 de setembro, o convite aos estudantes do Unilasalle-RJ foi pensar sobre si mesmo: quem somos? O que fazemos? Qual a nossa missão neste mundo? Atividades para refletir sobre a temática e, a partir dela, conhecer também outros lassalistas, marcaram o último fim de semana daquele mês para 17 futuros líderes.

Um deles é Elisama Ribeiro. A aluna, do 4º período de Relações Internacionais, considera a escolha dos assuntos abordados o diferencial desta edição. "Eu refleti sobre meu passado e fui encorajada a permanecer de pé", avalia, "Trabalhar quem somos e quais são nossas marcas, nos ajuda a visualizar nossas áreas deficitárias e recordar, por outro lado, o quanto somos capazes de fazer muito mais. O ELLU é um momento de descobrimento e reflexão, posso dizer que cada um de nós saiu mais forte do que entrou, e com certeza não abrirei mão das próximas edições". Confira as atividades desenvolvidas ao longo desses dias por integrantes da Ação Comunitária:

Quem é você? O Mundo de Sofia – ministrado por Lara Bernardo

Na sexta-feira anterior ao ELLU, os participantes receberam uma carta, cujo conteúdo descobririam só no acampamento. Tratava-se de uma passagem do livro “O mundo de Sofia”, de Jostein Gaarder. E, como a protagonista da obra, foram surpreendidos por uma pergunta: “A carta nem sequer tinha selo. Imediatamente após ter fechado o portão, Sofia abriu o envelope. Encontrou uma pequena folha, que não era maior do que o respectivo envelope. Na folha estava escrito: ‘Quem és tu?’” A questão motivou a primeira troca de ideias do encontro.

 

Ancestralidade – ministrado por Cristiane Patoja (liderança da causa indígena no estado do Rio)

Em contato com a terra, sentir a si mesmo como parte de uma ancestralidade, de uma mesma raiz com infinitas e inesperadas ramificações. Essa foi a proposta do momento liderado por Cristiane Patoja. Deitados em esteiras, os lassalistas meditaram sobre suas histórias a partir dos antepassados, além de poderem ter um maior contato com a natureza, a partir de folhas recolhidas no sítio. Cristiane convidou os alunos a sentirem a textura e o cheiro das folhas.

 

Essência: Janela de Johari – ministrado por Ana Flávia Estevam

Em 1955, os cientistas sociais Joseph Luft e Harrington Ingham criaram a Janela de Johari, ferramenta para melhorar a comunicação interpessoal. A experiência proposta pela dupla foi executada pelos estudantes com a ajuda de cartolina e post-its. Eles tiveram que reproduzir as quatro janelas, frutos da interseção entre feedoback e autoexposição. Os lassalistas preencheram: “O que eu conheço de mim e os outros também”; “O que os outros acham de mim e eu não concordo”; “O que eu conheço de mim e os outros desconhecem”; “O que nem eu, nem ninguém sabe de mim”.   

 

Rótulos e crenças limitantes – ministrado por Livia Ribeiro

Como nasce o julgamento do outro em relação a mim? Qual o impacto dele? A dinâmica comandada pela coordenadora da Ação Comunitária consistiu na criação de placas com rótulos voltados para cada um. Durante 20 minutos, as pessoas foram tratadas por tais rótulos, buscando descobrir quais seriam eles.

 

Habilidades pessoais – ministrado Livia Ribeiro

“Power posing” é um conceito cunhado pela psicóloga social Amy Cuddy, junto dos pesquisadores Dana Carney e Andy Yap em artigo de 2010. Naquele ano, os três realizaram experimento concluindo que posturas corporais relacionadas à dominação e poder causam mudanças hormonais e comportamentais benéficas aos indivíduos. O conceito, apesar de criticado pela comunidade científica, ficou conhecido principalmente após a participação de Amy no TED em 2012 sob o título “Sua linguagem corporal molda quem você é”. O vídeo foi exibido no ELLU para os futuros líderes refletirem sobre como se expressam. O vídeo foi seguido por um convite: um grito pela liberdade.

 

Autoestima – ministrado por Ana Flávia Estevam

Trabalhar a imagem construída de si foi a proposta desta atividade, por meio de conteúdo audiovisual, mas também com o auxílio de um espelho. Os alunos ali refletidos foram estimulados a trabalhar a autoestima.

 

Revisão de vida – ministrado por Livia Ribeiro

Foi pedido para os estudantes simularem um eletrocardiograma, mostrando os pontos altos e baixos de suas vidas.

 

Capitão Gancho – ministrado por Antônio Lucena

“Se não fossem as minhas malas cheias de memórias / Ou aquela história que faz mais de um ano / Não fossem os danos / Não seria eu”. Foi com os versos cantados por Clarice Falcão na música “Capitão Gancho” que a última atividade do ELLU teve início. O objetivo aqui era que os lassalistas escrevessem o que aconteceu no percurso de cada um, os transformando no que são hoje. As trajetórias foram compartilhadas em grupo e depois com todos os presentes.

Por Luiza Gould

Ascom Unilasalle-RJ

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar