29/11/2018 - 12:29
I Encontro de Egressos de Relações Internacionais

É quase como voltar no tempo. As mesmas pilastras com seu ar de Antiguidade Clássica, os mesmos corredores, os mesmos bancos de praça aqui e acolá, o Espaço Conecta... Espaço Conecta? Esse não tinha naquela época. Então é quase como, paradoxalmente, descobrir um lugar familiar. Entre o que já faz parte da memória e o que é o novo, os internacionalistas tinham muitos motivos para participar daquele dia 27 de outubro, pensado para eles. Em cada detalhe. Trata-se do I Encontro de Egressos de Relações Internacionais do Unilasalle-RJ, uma oportunidade que reuniu 50 ex-alunos em dia de workshops, discussões sobre mercado de trabalho e fortalecimento de vínculos. Pelo Unilasalle-RJ, onde a graduação de Relações Internacionais existe há 14 anos, eles já são 400 profissionais formados na área.  

“Foi uma excelente maneira de conhecer colegas de profissão e estreitar o networking”, avalia Fernanda Nanci, coordenadora do curso, “A partir do evento já tivemos trocas de currículo, contatos profissionais e novas redes se formando. O evento foi tão bom que já estamos planejando o segundo encontro para ano que vem. Já temos pedidos para que seja anual, por parte de quem participou e dos que não puderam vir desta vez, mas curtiram a programação e a proposta do evento”.

 

 

O encontro contou com workshops sobre Análise de Riscos, Negócios Internacionais e oportunidades de pós-graduação no exterior, ministrados por egressos inseridos nas respectivas áreas. Nem mesmo a atuação no exterior impediu participações. Bruno Solis, ex-aluno que vive atualmente na Califórnia, enviou vídeo falando sobre sua atuação no Vale do Silício. Convidados externos também fizeram parte da programação: Carlos Rifan, que conduz movimento pela regulamentação da carreira de RI, e Vanessa Ramos, cuja palestra foi sobre o mercado de trabalho em Comércio Exterior no país.

O I Encontro de Egressos é fruto da parceria de Fernanda com duas docentes do centro universitário e também egressas de RI: Alice Gravelle e Letícia Simões. Para Letícia, o sentimento que resume a ajuda na organização é “retribuição”. “Esta casa me acolheu assim que deixei o Ensino Médio e me ensinou tanto sobre a minha profissão, sobre o outro e também sobre mim mesma. Desenvolvi capacidades e aprendi coisas que vão muito além de sala de aula, e hoje tento retribuir tudo isso, não só à instituição, que mais uma vez me acolheu, mas também aos meus alunos e ex-alunos”, resume.

No caso de Bárbara Pinheiro Pires, as Relações Internacionais entraram em sua vida como a segunda graduação, “mudando totalmente a minha carreira de gerente em hotelaria para internacionalista”: “A La Salle virou a minha segunda família, saía do trabalho direto para a faculdade, algumas vezes tive que trazer os meus filhos comigo. Foi uma parte muito importante da minha vida, onde fiz ótimas amizades, tanto com meus colegas quanto com os meus professores”. A experiência vivida foi tão marcante, que a egressa não se afastou do Unilasalle-RJ, mesmo após a formatura, no ano passado. Voluntária no projeto Desabrochar, do Centro Social Vicenta Maria, ela está sempre envolvida em atividades da Ação Comunitária.  

No tempo da graduação, Bárbara foi pesquisadora no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), voluntária na ONU Mulheres, trabalhou como assistente júnior de Importação e Exportação e assistente sênior de Inteligência Competitiva na Dinaco, foi coordenadora de Relações Internacionais e Operações de Protocolo no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos da Rio 2016 e hoje se prepara para cursar mestrado em Responsabilidade Social e Sustentabilidade Corporativa. Enquanto o momento não chega, Bárbara aproveita para conhecer mais sobre a própria profissão, como ocorreu no dia 27. “Pudemos ver as outras opções de trabalho em RI, ampliando os horizontes dos que buscam por emprego. Pude descobrir também sobre a associação que está cuidando de regulamentar a profissão, algo de extrema importância para nós”, sintetizou.

Quillen Sanchez, formada em RI pelo Unilasalle-RJ em 2016, foi outra a marcar presença no Encontro de Egressos. A internacionalista, de 24 anos, já trabalhou no Centro Brasileiro de Relações Internacionais e, agora, como Bárbara, também se prepara para ser futura mestranda. “Ter participado do I Encontro de Egressos de Relações internacionais foi enriquecedor”, avalia Quillen, “Além da troca de conhecimentos e do reencontro com colegas e professores, o evento serviu para demonstrar a dedicação do centro universitário para com os alunos até mesmo depois de formados. Parabenizo a coordenação do curso pela iniciativa e por nos dar cada vez mais orgulho de ser Unilasalle. Já estamos esperando o próximo, em 2019”.

Por Luiza Gould

Ascom Unilasalle-RJ

 

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar