18/10/2018 - 17:24
Com maquete de Edifício Gustavo Capanema, alunos de Arquitetura participam do Fórum Mundial Niemeyer

Dezesseis pavimentos reproduzidos, 1400 brises minuciosamente aplicadas na estrutura, ao longo de três semanas de trabalho conjunto e muito afinco. O resultado é uma réplica fidedigna do Edifício Gustavo Capanema, agora exposta na Casa França-Brasil, como parte do Fórum Mundial Niemeyer. Sob o comando do professor Diego Caetano, os alunos de Arquitetura e Urbanismo construíram a maquete do edifício considerado um marco na Arquitetura Moderna Brasileira, com assinatura de Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Carlos Leão, Affonso Eduardo Reidy, Ernani Vasconcellos, Jorge Machado Moreira e consultoria do arquiteto Le Corbusier.

Veio por e-mail o convite de Igor de Vetyemy, coordenador do Instituto Niemeyer, à responsável pelo curso, professora Paula Brasil, para o Unilasalle-RJ ser uma das instituições a participar da mostra. Além do centro universitário, outras 15 equipes, de instituições públicas e privadas participam do projeto, cada escola de Arquitetura sendo responsável por uma maquete. A mostra acontece em paralelo com o 1º Fórum Mundial Niemeyer, evento que reúne 30 palestrantes em debate sobre cidades e humanidades; arquitetura e sustentabilidade; cidade e planejamento urbano e social; mobilidade e cidade inteligente. Por terem construído uma das maquetes, os lassalistas podem participar gratuitamente das palestras, que ocorrem até o dia 19 de outubro.

Já a mostra, um panorama das principais criações de Niemeyer, segue em exposição na Casa França-Brasil até o dia 15 de dezembro. Há a possibilidade de as maquetes serem emprestadas a museu de Nova York após a ocasião. Confira depoimentos dos alunos de Arquitetura sobre a participação no projeto:  

Carolina Damjan, 20 anos, 2º período

“Eu achei uma ótima experiência de aprendizado, principalmente de trabalho em grupo, ver a dedicação dos alunos. O professor Diego, sempre bastante atencioso, nos ajudou de todas as formas. Participar dessa montagem me acrescentou muito. Foi bastante cansativo, mas ao mesmo tempo gratificante, mal posso esperar pela próxima”.

Angelo Barreto de Araujo Neto, 21 anos, 2º período

“Foi gratificante demais ver todo nosso esforço para construir aquela maquete em três semanas intensas. Estudar o Edifício Gustavo Capanema fez com que conhecêssemos um pouco mais do próprio Oscar Niemeyer. Agradeço demais toda experiência adquirida a partir dessa maquete”.

 

Bianca Agra, 19 anos, 2º período

“Participar da confecção da maquete foi uma grande honra para mim. Não apenas pela experiência da primeira grande maquete que eu ajudei a concluir e pelo que representa enquanto arquitetura moderna e brasileira, mas também pelo importante significado para a sociedade brasileira. No campo da Arquitetura, sempre há esse debate em relação à necessidade da interação da sociedade com a edificação, o que é fundamental”.  

Alice Correa e Castro, 19 anos, 2º período

“Foi uma experiência muito enriquecedora, aprendemos demais, nos superamos ao longo do processo, além do que, o trabalho em equipe foi essencial”

 

Por Luiza Gould / Colaborou: Giovanna Sena

Ascom Unilasalle-RJ

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar