O futuro vai ser assim

Quem nunca sonhou com o que será no futuro? No final de 2018, O Salão de Atos da Universidade La Salle lotou de pessoasansiosas pelo futuro – e curiosas pelas oportunidades que ele lhes reserva.Aconteceu a Palestra “O futuro vai ser assim”, ministrada por ArthurGubert, ex-comunicador da RBS. O evento foi promovido pela La Salle BusinessSchool e também contou com a fala de Patrícia Silva, egressa do cursode Gestão em Recursos Humanos, sobre o uso eficiente do LinkedIn.

“O futuro é assusta. Há muito tempo as pessoas criam filmesde ficção científica imaginando os piores cenários de dominação tecnológica.Fato é que o futuro é feito de gente, suas ideias e humanização dosrelacionamentos”, ponderou Arthur logo no início de sua fala.

Ele elencou inúmeros desafios que pessoas e negócios terãopela frente e as principais tendências do mundo da inovação e tecnologia.Confira:

1. Indignação manipulada
Indignação também gera engajamento. Por consequência ibope e seguidores. Marcastêm manifestado suas opiniões polêmicas e arrecadado pessoas a favor ou contra.O que importa, no final das contas, é tornar a sua imagem conhecida.

Dica do palestrante: “quando você se deparar com algo muitobom ou muito ruim, fiquem atentos pois pode ser mentira”.

2. Ungendered
As mudanças nas questões de gênero estão aí e cada vez mais as pessoas celebrama sua individualidade. O mundo da diversidade é tendência cultural, econômicae, claro, humana.

3. Modo humano
Nada mais é do que o retorno das relações humanas. Os serviços mais humanizadose menos mecanizados, até mesmo a tecnologia favorecendo essas conexões ganhamcada vez mais espaço.

4. Aprendizado na velocidade da luz
As pessoas estão querendo aprender tudo e muito rápido. O conhecimento já estáao acesso de qualquer pessoa na rede.  Como qualificar o conteúdo? Como sedestacar? Como garantir que o conteúdo é de fonte segura? Trata-se, também, deum desafio para as instituições de ensino.

5. Consumo esclarecido
Não basta mais oferecer um produto dentro de uma embalagem bonita. “Osconsumidores querem saber de onde ele vem, quem produz, como é produzido e asconsequências do seu consumo para o meio ambiente e sociedade”, alertou Arthur.

6. Distribuição disruptiva
Ideias que quebrem condutas, com o que há de comum, que gerem rupturas com oque tem de tradicional nas gôndolas já se destacam em vários segmentos.

7. Saber rir de si
“Assumir as fraquezas para formar conexões genuínas com o público”, explicou opalestrante. Inúmeras empresas têm assumido essa postura mais aberta ehorizontal com seus públicos, inclusive para encontrar soluções juntos ouoferecer seus produtos e serviços com mais transparência.

Confira mais fotos AQUI. 

Conheça a La Salle Business School

Conectada com as demandas do mundo empresarial, a La SalleBusiness School é uma escola de negócios que reúne excelência acadêmica, corpodocente altamente qualificado, espaços diferenciados e possibilidades de intercâmbioatravés da cooperação internacional entre Universidades da Rede La Salle einstituições parceiras presentes em mais de 80 países. Escolha o seu curso econfira as vantagens de fazer a inscrição antecipada (link de página com apromoção).

Entre em Contato

Faça sua inscrição
logo-lasalle-shield