01/12/2018 - 20:41
Segunda edição do evento Science Day trouxe o astronauta à Universidade La Salle

Para os apaixonados por ciência, o evento que a Universidade La Salle recebeu neste sábado foi um prato cheio. A segunda edição do Science Experience Day aconteceu na tarde desse dia 01/12 e contou com a palestra do astronauta brasileiro e nomeado Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Na programação estiveram a Bióloga, PhD em Microbiologia, na área de Genética Molecular de Bactérias pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, Natalia Pasternak; a Astrofísica, Professora do Departamento de Astronomia do Instituto de Física da UFRGS, Thaisa Bergmann; o Professor de paleontologia do Instituto de Geociências da USP, Luiz Eduardo Anelli; a Doutoranda e Mestra em Física e Astronomia no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IP&D) da Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), Thays Bentes.

O astronauta foi o grande destaque da segunda edição do evento

Ser o primeiro astronauta brasileiro, primeiro astronauta profissional de nacionalidade única de um país do hemisfério sul do planeta e primeiro astronauta lusófono não é considera uma tarefa fácil. Mas Marcos Pontes chegou lá! E como será que foi essa trajetória? Foi isso que o astronauta contou durante sua palestra enquanto destacou que só alcançou tais conquistas porque seguiu com muita persistência o seu sonho. “Um sonho pode te levar pra onde você quiser, até pra forma do planeta, como foi o meu caso. Muitas pessoas vão dizer que seu sonho é difícil, é impossível. O problema é deixar as ideias negativas criarem raízes dentro de você”. Ao invés de ouvir essas pessoas, Marcos optou por ouvir sua mãe que disse que ele poderia ser quem quisesse, “desde que estudasse, trabalhasse, persistisse e fizesse mais do que os outros esperam dele”.

E foi assim que tudo começou lá em Bauru quando iniciou a preparação para a carreira de piloto. Logo veio a oportunidade para ser astronauta e ao longo do processo muitas foram as decisões que teve que tomar. “Toda decisão que for tomar, considere os seus valores. Pode ser honestidade, integridade, você que constrói os seus valores”, ressaltou. Além de contar sobre o futuro no espaço, que deve receber muitas pessoas nos próximos anos, deixou a mensagem de coragem para alcançar seus objetivos.

Nomeado Ministro da Ciência e Tecnologia falou sobre ações de Governo para valorizar a Ciência no Brasil

O astronauta, Marcos Pontes, julgou esse tipo de evento como de extrema importância, uma vez que não é suficiente o desenvolvimento de equipamentos modernos se não tivermos jovens interessados nas carreiras de ciência e tecnologia e citou os quatro pilares que deverão guiar sua gestão como Ministro para valorizar essa área que hoje tem tido pouco investimento do Governo. “Se formos pensar em orçamento, Ciência e Tecnologia, hoje, é uma das áreas que recebe os menores valores de investimento, mas que devolve os maiores resultados. Sendo assim, qualquer orçamento destinado para ciência e tecnologia é não é um gasto, e sim um investimento”, destacou.

O primeiro deles é a formação de recursos humanos trazendo a ciência e a tecnologia junto com a Ministério da Educação pra dentro do ensino básico para que aos pouco os jovens sejam inseridos nesse mundo e desenvolvam competências que são úteis para qualquer área do conhecimento. O segundo pilar, segundo o Ministro nomeado, é o investimento em pesquisa básica que pode desvendar novas criações. E para isso, “a promoção da carreira é muito importante, para que o jovem olhe e queira seguir na pesquisa aqui no Brasil”.

Inovação também é apontada como um pilar importante para o desenvolvimento da ciência no país. Para isso, Marcos aponta o papel de universidades que junto ao setor privado pode aumentar o investimento em tecnologia. E por fim, as cooperações deve ser consideradas para que a ciência seja lembrada como prioridade. Sendo assim, o Ministério não deverá trabalhar sozinho, mas em conjunto com os demais órgãos do governo e com instituições internacionais.

Segunda edição teve a pretensão de aproximar a ciência da sociedade 

A atividade contou com o apoio da Universidade canoense e é promovida pelo projeto Ciência e Astronomia. De acordo com o organizador e idealizador do projeto, Cristian Westphal, o evento tem como objetivo estimular o interesse pela ciência para a melhor compreensão das questões que envolvem diversas áreas do conhecimento. “A ideia é aproximar cientistas de renome nacional e internacional da sociedade já que pessoas ainda têm essa ideia de que a ciência é um conteúdo distante, um bicho de sete cabeças”, destaca o divulgador científico e acadêmico da Universidade.

O Science Day é patrocinado pela Quinta da Estância, Clínica Solaris, Colégio Octeto, AK Engenharia e Associação Gaúcha de Hotéis.

 


Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar