23/03/2018 - 15:39
Superação da violência motiva palestra do reitor na Universidade Católica de Petrópolis

“Neste tempo Quaresmal, ó Deus da vida / a tua Igreja se propõe a superar / a violência que está nas mãos do mundo / e sai do íntimo de quem não sabe amar”. As estrofes abrem o hino da Campanha da Fraternidade deste ano, que se volta para a superação da violência a partir da fraternidade, e da mensagem transmitida em Mateus 23, 8: “Vós sois todos irmãos”. Para debater sobre o tema e o lema escolhidos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Universidade Católica de Petrópolis promoveu um dia de mesas redondas, oficinas e missa, com a participação de lassalistas. O reitor do Unilasalle-RJ, Irmão Jardelino Menegat, e o professor do curso de História Cesar Augusto Ornellas, ministraram palestras no encontro ocorrido na última quarta-feira, dia 21.

Logo à abertura do evento, o padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa, reitor da UCP, evidenciou aspectos a respeito do tema: “A questão da violência é algo muito próximo de todos nós. De alguma forma ou inibe o individual ou o coletivo; ou inibe o físico, o moral ou psíquico. São tantas formas de violência que nós, ou pessoalmente, ou alguém próximo de nós, já terá sofrido de uma forma mais incisiva. A busca da superação da violência acredito que seja de interesse de todos. O nosso interesse maior é buscar formas de superação que possam nos ajudar, tornando nossa vida mais tranquila e segura, de forma que possamos vivê-la mais intensamente”.

Na oportunidade, Menegat falou da violência como “insulto ao humano e ao divino”, já que nos desumanizamos quando consideramos “outra pessoa como objeto de dominação e dirigimos a ela nosso preconceito e agressividade”, tendo por consequência um afastamento também de Deus. O reitor pautou seu discurso na superação da violência exemplificada na Sagrada Escritura, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. “A fraternidade anunciada por Jesus é composta de um caminho de misericórdia, que pede e oferece perdão, um caminho em que se assume a postura do samaritano, que se inclina sobre a dor do que sofreu violência e dele cuida e com ele supera o sofrimento”, afirmou.

Cesar Ornellas, por sua vez, discorreu sobre o acesso universal de crianças e jovens à educação como forma de combate à violência social. Veja fotos do evento:

 

O tema da Campanha da Fraternidade também está em foco tanto no Unilasalle-RJ quanto na Escola La Salle do Rio de Janeiro. No centro universitário, por exemplo, encontro de formação de colaboradores teve como mote a união entre irmãos, pensada em diferentes atividades no dia 17 de março. Já na La Salle RJ, os alunos aprenderam o que é violência e como combate-la a partir da fraternidade.

Por Luiza Gould com colaboração da Universidade Católica de Petrópolis

Fotos Comunicação/UCP

Ascom Unilasalle-RJ

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar