26/04/2018 - 10:59
Pelos alunos para os alunos: XXII Semana Jurídica

Este ano, o veredicto era dar aos alunos o protagonismo. O resultado da sentença foi uma Semana Jurídica com novos formatos de encontro na programação e uma coletânea de retornos positivos por parte dos participantes. Ao lado da professora Helenice Sardenberg, Renan Cid, do 9º período de Direito, foi um dos responsáveis por organizar os quatro dias de evento, de 2 a 4 de abril, e conversou com o site do centro universitário sobre a experiência. Confira abaixo:

 

Unilasalle-RJ: Como surgiu o insight para a nova Semana Jurídica?

R.C.: Devo me formar em breve e já participei de várias edições da Semana, nas quais sempre um professor buscava um tema de relevância do momento para ser abordado e recebíamos palestrantes de fora. A possibilidade de interação dos alunos, portanto, era como ouvintes. Em conversa com a professora Helenice, discutimos essa característica e chegamos à conclusão de que seria interessante mostrar também o que o aluno é capaz de produzir. Por isso, pensamos em mesas que reunissem sempre docentes da casa, convidado externo e alunos, para conseguirmos essas três visões. Ao todo, contamos com a participação de mais de 30 discentes na logística do evento. 

 

 

Unilasalle-RJ: Além dessa participação mais ativa, quais outras mudanças você pode pontuar em relação a edições anteriores?

R.C.: Anteriormente, a Semana Jurídica era pensada segundo as áreas do Direito. Assim, se o tema escolhido estivesse relacionado ao Direito Civil, todas as palestras seriam centradas em Civil, o que não motivava tanto alunos que não tem esta área como a de interesse. Desta vez, elaboramos um assunto geral que pudesse contar com a abordagem de todos os campos. Escolhemos a cidade. Outra novidade foi pensar em eventos para o turno da tarde, que trouxeram público. Buscamos para este horário outros formatos de programação, com cinema, dinâmicas, exposição, roda de música, explorando as possibilidades de agregar conhecimento para além da palestra. Conseguimos reunir de 70 a 80 participantes nesses momentos.

Unilasalle-RJ: Quais retornos você pode apontar da experiência?

R.C.: Os alunos se envolveram tanto que temos um tema de monografia saindo da Semana Jurídica, então acho que é o melhor retorno que poderíamos ter. Uma aluna do 10º período decidiu abordar em seu trabalho de conclusão de curso a relação entre Direito e a arte de rua, a partir do que viu na mostra “Arte urbana e liberdade de expressão”. Também apontaria uma mudança de visão dos alunos em relação à Semana Jurídica, o que nos motiva a pensar próximas edições.

 

Por Luiza Gould

Ascom Unilasalle-RJ

 



Confira a galeria de fotos e vídeos
Voltar