02/06/2015 - 16:46
I Fora dos Trilhos: Ética e Corrupção

“Pensar fora da caixa” também é promover uma educação “fora dos trilhos”. Entre os dias 08 e 11/06, os cursos de Ciências Sociais Aplicadas do Unilasalle promovem o evento Fora dos Trilhos 2015: Ética e Corrupção. O objetivo, segundo o Prof Lucas Graeff, é inaugurar e consolidar um momento anual de reflexões acadêmicas e culturais, de forma multidisciplinar, integrada e sem barreiras para o conhecimento. 

A programação foi definida partindo do tema transversal Ética e Corrupção, e das experiências de coordenadores de curso, em particular os do Direito, Relações Internacionais e Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Bens Culturais. Os organizadores do evento acreditam que os graduandos, pós-graduandos e egressos da Instituição precisam se abrir para novos horizontes, novas práticas e novas ousadias em um mundo pautado pela diversidade cultural e pela globalização econômica. 

“Em outras palavras, quem passa pela universidade deve desenvolver a liberdade de pensamento e de imaginação até as últimas consequências, participando de atividades heterogêneas e diversificada ao longo de toda a sua formação”, explica o Prof. Lucas. Ele diz que a confluência entre os diferentes temas que serão abordados durante os dias de evento se dá pela convicção que o Unilasalle se tornará universidade e deve dispor de um ambiente universitário, onde as separações entre disciplinas não devem separar os alunos e suas experiências de universidade. 

Os benefícios de uma reflexão transdisciplinar sobre a ética e a corrupção são vários, detalha o professor.  “Entre eles: perceber que não se trata de fenômenos isolados ou de responsabilidade meramente individual, derivando da maneira pela qual uma determinada sociedade se organiza, se produz e se imagina; refletir criticamente sobre o ponto de vista de especialistas, que conseguem enxergar a ética e a corrupção no limite de suas formações disciplinares; e, por extensão, aceitar a hipótese de que não há princípios universais ou leis gerais que definam invariavelmente as ações humanas, ou seja, que ética e corrupção não são prevenidas por leis e decretos”, conclui.

A programação inclui a apresentação do violonista Felipe Duarte seguida da palestra de Luciano Vaz Ferreira sobre Corrupção e Negócios Internacionais, no primeiro dia (08/06). O segundo dia o debate será sobre o documentário Sem Pena, de Eugênio Puppo, que será exibido no Auditório Arsênio Both. No dia 10/06, está prevista uma visita guiada à exposição no Espaço Cultural da Biblioteca e na sequencia a participação no Internacional Coffee Hour. E para encerrar, também no Espaço Cultural, acontecerá uma Feira de HQs e cosplay e em seguida uma palestra sobre Histórias em quadrinho, Ética e Sociedade com a participação de Daniel HDR e do grupo de pesquisa sobre arte sequencial e cultura.

Confira a programação e inscreva-se.



Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar